Quarta, 24 de Julho de 2024
Geral Maranhão

Governo acompanha ritual indígena que virou patrimônio imaterial do Maranhão

Governador em exercídio reiterou o compromisso do Governo do Maranhão em continuar trabalhando pela preservação das tradições originárias, conjunta...

07/10/2023 11h30
Por: Jornalismo | Timon Maranhão Fonte: Secom Maranhão
Foto: Reprodução/Secom Maranhão
Foto: Reprodução/Secom Maranhão

Com a presença do governador em exercício, Felipe Camarão, foi realizada nessa sexta-feira (6) o ritual ‘Festa da Menina Moça’ na aldeia Arymy, no município de Grajaú. Oficializado como patrimônio imaterial do estado, o ritual ocorre uma vez por ano e se consolida como uma das principais tradições dos indígenas maranhenses. O momento marca a passagem para a vida adulta das adolescentes originárias.

As adolescentes ficam reclusas durante um período de oito dias, ao fim do qual são apresentadas para a aldeia e para os convidados da festa. As mulheres são responsáveis por proteger as moças durante todo o ritual, desde a reclusão até o momento em que são recebidas com danças e música pela comunidade.

Liderança indígena da aldeia Arymy, Hayane Guajajara ressaltou a satisfação de uma tradição indígena ser reconhecida como parte via da cultura do Maranhão.

“É um momento de felicidade em que toda a população indígena se une em prol de uma causa que é a preservação da nossa cultura. Um momento importante e sagrado para todos nós. A gente espera que seja o momento gratificante para todo mundo que está vindo conhecer. Esse é um grande momento histórico para o povo Guajajara com o ritual que agora é patrimônio imaterial do estado”, destacou.

Todos os preparativos do ritual são realizados pelas indígenas adultas que preparam a alimentação da festa e enfeitam as mais jovens com saias longas, pintura de jenipapo, penas de aves e colares artesanais. Hayane Guajajara explicou que essa também é uma forma de demonstrar as potencialidades do povo indígena.

“Aproveitamos para mostrar as nossas potencialidades apresentando os nossos talentos dentro do artesanato e do empreendedorismo. Isso reafirma o quanto estamos sendo protagonistas da nossa própria história. Eu gostaria de agradecer todo o apoio do Governo do Estado pela visibilidade para a nossa população que luta a cada dia pelos seus espaços de tomadas de decisões”, comentou Hayane.

O governador em Exercício, Felipe Camarão, declarou em sua fala toda a satisfação e respeito em participar de um momento tão importante para a cultura indígena e que se tornou patrimônio imaterial do estado por meio de lei sancionada pelo governador Carlos Brandão.

Ainda em seu discurso Camarão reiterou o compromisso do Governo do Maranhão em continuar trabalhando pela preservação das tradições originárias, conjuntamente aos avanços da sociedade.

“É uma honra participar desse momento se suma importância para a cultura Guajajara e que marca a uma nova fase na vida dessas meninas. Vivemos aqui toda a tradição de nossos povos originários em sua mais pura essência. E em nome do governador Carlos Brandão reafirmamos nosso compromisso de continuar trabalhando para que todos tenham mais dignidade e melhores condições”, declarou.

“Em breve, teremos em territórios indígenas, escolas de tempo integral indígenas que ofertarão às crianças uma educação digna e dentro de suas tradições. Tudo está sendo planejado em parceria com as prefeituras municipais, a assembleia legislativa e, claro, as lideranças indígenas, para que a educação tradicional seja preservada e dali possam sair homens e mulheres que lutem por seus direitos”, concluiu Camarão.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.